Início > Comportamento Animal > Comportamento Canino > Como fazer uma viagem longa de carro com animais?
Comportamento Canino Comportamento dos Gatos

Como fazer uma viagem longa de carro com animais?

Como fazer uma viagem longa de carro com animais

Como fazer uma viagem longa de carro com animais de estimação? É uma questão pertinente principalmente se é a primeira vez que vai viajar com o seu companheiro de quatro patas. Os principais problemas de uma viagem longa normalmente surgem por o animal deslocar-se poucas vezes de automóvel ou da sua associação não ser a mais positiva.

Antes de fazer uma viagem longa com o seu Pet deve habituá-lo primeiro a andar de carro e criar uma associação positiva ao mesmo. Por isso neste artigo deixamos aqui alguns conselhos de como habituar o seu cão e como fazer uma viagem longa de carro com animais em segurança.

Dicas para o seu cão começar a gostar de andar no seu automóvel

Se é a primeira vez que o seu cão vai andar de carro certifique-se que será uma viagem curta e com uma associação positiva. Ex: Passear num local diferente.

– Verifique se o carro não está demasiado quente.

Se estiver ligue o ar condicionado durante pouco tempo ou estacione o carro à sombra horas antes.

– Façam juntos um passeio antes.

É sempre muito importante antes de novas experiências o animal ter gasto energia e ter feito as suas necessidades. Assim estará mais receptivo a encarar novas experiências sem demasiada excitação.

– Não force o seu cão a entrar no carro.

Tente que a entrada no veículo seja o mais descontraída possível e de uma forma natural.

Como fazer uma viagem longa de carro com animais

– Pense sempre na segurança do seu animal.

Ao levar o seu animal no carro existem três soluções para agir de acordo com a lei: Usar uma caixa transportadora, usar o cinto de segurança que prende ao peitoral do seu animal ou colocar grades de segurança no seu carro. A caixa transportadora é a mais segura na maioria dos casos, de seguida o cinto de segurança e por último as grades. As grades não protegem o animal na maioria dos casos, pois elas apenas impedem que o animal seja projectado para a frente. Já existem soluções no mercado, como barras para fixar onde poderá prender o seu animal para que este esteja ligeiramente mais protegido quando vai atrás das grades de segurança.

– Não leve o seu animal de carro se este acabou de comer.

Nunca é bom para um animal andar de carro após uma refeição ou ter ingerido uma grande quantidade de água. O animal terá tempo para comer quando já não for andar de carro e a hidratação dele deve ser feita com pequenas quantidades de água durante a viagem se esta for longa. Lembre-se que é uma experiência nova e que ele pode ficar nervoso e começar a enjoar. A insegurança ao andar de carro não é a única razão para um cão enjoar ou vomitar a andar de carro. Leia o nosso artigo: Porque é que o meu cão vomita no carro? e esclareça as suas dúvidas.

– Alguns animais não gostam da sensação de andar de carro sem as janelas abertas.

Um dono precavido vale por dois. No caso dos gatos é diferente, mas muitos cães não gostam de andar de carro sem as janelas abertas. Agora temos que perceber que não devemos abrir as janelas completamente, pois dessa forma o cão irá tentar colocar a cabeça de fora ou ficar muito curioso e estamos a colocá-los em perigo. Abra as janelas para criar uma pequena corrente de ar, ao circular o ar dentro do carro os cães sentem essa experiência de uma forma mais natural.

– Prepare-se para possíveis imprevistos.

Os imprevistos podem sempre acontecer quando vai viajar de carro com os seus animais. Por isso convém adquirir alguns utensílios como uma capa protectora para os seus bancos, levar um resguardo ou se preferir uma fralda e algumas toalhitas para uma limpeza rápida. Como dissemos anteriormente um dono prevenido vale por dois, por isso fica assim com um kit completo caso o seu animal vomite ou faça as suas necessidades ali. Se isto acontecer não puna o seu animal, lembre-se que você é que o colocou naquela situação.

Como fazer uma viagem longa de carro com animais

  • Para donos de gatos este tipo de conselhos são inúteis como devem calcular, mas…

Os gatos assim como os cães também se habituam a este tipo de situações. Agora não existe grande preparação para levar um gato a andar de automóvel, no entanto existem processos que devem ser trabalhados com o seu gato, como por exemplo:

  • Apresentação positiva à transportadora;
  • Pequenas idas regulares à rua de carro dentro da transportadora (sem ser para o veterinário)
  • Observar o comportamento do seu gato quando viaja de carro.

A maioria dos gatos não tem a melhor relação com as transportadoras por normalmente só serem colocados nestas quando têm que ir ao veterinário. Por isso a nossa missão como donos é fazer com que o animal veja a transportadora como um local onde pode estar descontraído a descansar ou brincar. Se conseguir isso já é um óptimo passo.

Como fazer uma viagem longa de carro com animais

Viajar com um gato no carro:

Os gatos por norma ou odeiam andar de carro ou ficam super curiosos. Se não for sozinho no carro com o seu gato aconselhamos que alguém coloque a transportadora ao colo para que o gato consiga ver pela janela. A maioria dos gatos que gostam de fazer viagens nos carros ficam encantados com o que se passa no exterior do carro. Esta é uma excelente forma de ficarem mais descontraídos dentro do veículo.

Os gatos que odeiam andar de carro por norma começam a produzir um miar aflitivo, tremem ou escondem-se o máximo que podem. Alguns gatos reagem melhor se forem tapados com uma manta, agora cuidado com o calor nestas situações. Se estiver um dia com muito calor não tape o seu animal de forma alguma. Caso precise fazer uma viagem longa com o seu gato, treine as nossas sugestões e faça a experiência. Se o seu gato gostar de andar de trela, pode fazer algumas paragens para este sair um pouco do carro e explorar por breves instantes o exterior.

Nunca leve o seu gato solto no carro. Um gato solto no carro coloca a sua segurança em risco e a segurança do animal. O mais provável é acabar todo arranhado e com um gato em pânico dentro de um carro. A transportadora ou um saco de transporte devem ser as suas únicas soluções.

Como fazer uma viagem longa de carro com animais

Como fazer uma viagem longa de carro com animais?

Depois dos seus animais estarem minimamente habituados a andar de automóvel, provavelmente irá chegar a altura que quer fazer uma viagem longa de carro com animais de companhia. Na maioria das vezes começamos a complicar de mais, e a imaginar os piores cenários possíveis. Se o seu animal está minimamente habituado a andar de carro, a viagem de férias dentro de Portugal não será tão complicada assim.

Siga estes conselhos básicos para fazer uma viagem longa de carro com animais feliz e em segurança:

1º- Se for viajar com cães dê um passeio com eles antes da viagem, para gastarem um pouco de energia e fazerem as suas necessidades. No caso dos gatos tente que estes entrem para a transportadora o mais tranquilos possíveis e saia com calma com a mesma de casa.

2º- Antes de uma viagem longa os seus animais devem estar jejum:

No caso dos cães este não devem comer ração nem qualquer tipo de alimento quatro horas antes da viagem que vão fazer. A maior quantidade de água deve ser ingerido uma hora antes da viagem. No caso dos gatos não devem comer duas horas antes da viagem.

3º – Faça paragens frequentes:

Tente sempre fazer paragens de hora em hora no caso de viajar com um cão. Durante a paragem aproveite para o animal andar um pouco, fazer as necessidades e hidratar-se com um pouco de água.

4º -Não dê comida ao seu animal durante a viagem.

O animal terá tempo para comer descansadamente quando chegar ao destino. O mais provável que o animal caso ingira alguma comida acabe por enjoar ou vomitar, alterando o seu sistema digestivo.

5º – Leve alguns acessórios do seu animal para que este não estranhe tanto a viagem.

Os cobertores do animal com o cheiro deles e da sua casa são uma óptima opção para quem leva os seus animais numa transportadora. Cuidado com brinquedos que estes possam ingerir no decorrer da viagem.

6º – Sempre que viajar de carro com animais leve os seus documentos.

É muito importante quando viajamos com os nossos animais levarmos o boletim de vacinação e os restantes documentos de identificação do animal.

7º- Cuidado com a temperatura do carro quando leva um animal

Quando transportamos animais no nosso carro devemos ter muita atenção à temperatura que está dentro do carro. Nunca comece uma viagem com um calor insuportável dentro do carro, nem viagem com o ar-condicionado na temperatura mínima. Tente ao máximo arranjar um temperatura médio para o carro durante todo o percurso.

8º – Transporte o animal em segurança no carro

Como já referimos anteriormente leve o seu animal em segurança no automóvel, pode usar uma transportadora, cinto de segurança ou na parte de trás do carro separado com grades de segurança. Nunca deixe o animal ir com a cabeça de fora por mais divertido que pareça. O animal correr risco de vida e pode distraí-lo facilmente causando um acidente.

9º -Previna-se para bem da limpeza do seu carro.

Leve consigo uma capa protectora de bancos caso o animal não vá numa transportadora, um resguardo ou fralda e umas toalhitas. Desta forma caso o animal vomite ou faça alguma necessidade será mais fácil limpar o imprevisto.

10º – Em caso de achar que o seu animal precisa de um calmante fale com o seu veterinário.

Hoje em dias já existem inúmeras soluções de calmantes no mercado, mas começam cada vez mais a aparecer calmantes naturais para os nossos pets. Fale com o seu veterinário antes de adquirir qualquer tipo de calmante.

Fazer uma viagem longa de carro com animais nem tem que ser um bicho de 7 cabeças. Experimente as nossas dicas e vai ver que será tudo bem mais simples do que parecia. Aproveite e desfrute da companhia do seu amigo de quatro patas nas férias ou em fim de semanas prolongados.

Se gostou deste artigo veja mais artigos sobre o comportamento animal.

Faz Parte da Nossa Comunidade 🙂
0

Sobre o Autor

ODonoCuida

Deixe-nos um Comentário

Clique aqui para deixar um comentário