Início > Comportamento Animal > Como Treinar o Cão > Como ensinar o cão a fazer as necessidades no lugar certo
Como Treinar o Cão

Como ensinar o cão a fazer as necessidades no lugar certo

 

ensinar o cão a fazer necessidades no lugar certo

Ainda nos lembramos bem da sensação.

Depois de um dia cansativo de trabalho, tudo o que queríamos era chegar a casa e ter tudo limpinho. E seria pedir muito não ter o chão da casa cheio de xixis e cocós quando acordássemos de manhã?

Pois é, ter um cachorrinho é óptimo. Eles são adoráveis, brincalhões e fazem-nos sorrir como poucas pessoas conseguem. Mas nem tudo é um mar de rosas, e a casa também não fica a cheirar a rosas.

Então como é que podemos ensinar o cão a fazer as necessidades no lugar certo? Primeiro precisamos compreender que, seja educá-lo a fazer as necessidades no jornal, no tapete higiénico, no quintal ou na rua, eles aprendem tudo isso por associação, o que demora algum tempo.

Antes de avançarmos para as dicas, queremos apenas dar algumas informações importantes que devem ser tidas em conta.

1º – Devemos começar este treino o mais cedo possível, porque quanto mais novo for o cachorro, mais facilmente aprenderá.

Outra das razões tem a ver com a marcação de território. Os cães são animais naturalmente territoriais e marcam com urina aquilo que consideram seu. Isto é válido para machos e fêmeas, mesmo que castrados.

O ideal é ensinar o cachorrinho enquanto ele ainda não desenvolveu essa noção territorial. Há no entanto aquelas situações em que os animais são adoptados já adultos, e essa pode não ser uma opção.

2º – De forma a podermos educá-los correctamente, precisamos compreender que os cães não olham para as suas necessidades fisiológicas da mesma forma que nós.

Se tem um cão de certeza que sabe que eles não precisam de privacidade como os humanos, e se não forem educados para esperar pela momento e sítio certo, fazem-nas quando o seu organismo diz que está na altura.

3º – Apesar de ser uma das coisas mais fáceis para educar os cães, saiba que pode demorar algum tempo até que o seu cão domine por completo este processo de aprendizagem.

4º – Defina especificamente o lugar desejado para ele fazer as suas necessidades e tente manter a consistência nesse local.

ensinar cão a fazer necessidades

As dicas essenciais para ensinar o cão a fazer necessidades no lugar certo

1 – Paciência e Consistência

Nós sabemos perfeitamente o que é passar por essa situação, e pode ser muito frustrante. Mas não se deixe dominar por essa frustração. Em vez disso, veja as coisas de outra perspectiva.

Por exemplo, no caso dos cachorrinhos, eles são como os bebés. Só por volta dos 4 meses é que começam a ter algum controlo dos intestinos e da bexiga, até lá, quem manda é o organismo. Mas, com paciência e uma educação consistente, pode ser que por volta dessa idade já tenham uma boa noção da sua “casa de banho”.

Já os bebés, alguns deles só largam as fraldas a partir dos 2 anos de idade, e se não fossem as fraldas, os nossos bebés fariam uma sujeira ainda pior. Além disso, também temos de os ensinar a usar o penico, e depois a sanita.

E se não esfregamos a cara dos nossos bebés nas suas fraldas, também não é a esfregar a cara dos cachorros no xixi e cocó a melhor forma de lidar com a situação.

Se no seu caso já for um cão adulto e ele o faz, é porque nunca ninguém o ensinou e a culpa não é dele.

Sabemos como pode ser frustrante. Ninguém gosta de ter cocós e xixis espalhados pela casa, mas tenha paciência e encare como uma situação normal, que simplesmente precisa de ser corrigida.

2 – Reforce o comportamento desejado

O método popular ensina-nos que é a ralhar e quase esfregar a cara nas fezes e na urina que os cães aprendem.

São formas de educação que têm centenas de anos, implementadas pelas pessoas comuns quando o conhecimento sobre o comportamento canino não era tanto e o respeito e a consideração pelos animais não eram tão importantes.

Nós não julgamos, eram outros métodos, outros tempos. Mas por vezes esses métodos antigos demoram a mudar.

Lembre-se do que dissemos no início e saiba que o reforço positivo é muito mais eficaz.

Eles aprendem por associação. Se ralhar com o seu cachorrinho quando ele está a fazer as necessidades pode confundi-lo e deixá-lo inseguro, quando tudo o que ele está a fazer é natural.

Se o recompensar quando ele faz no sítio certo, ele vai associar esse momento a uma coisa boa e vai querer repetir.

3 – Associe uma palavra ou frase

Uma frase como “faz cocó” pode ser bastante útil ao longo do treino, porque assim que o animal a entenda, irá saber que essa é a altura em que ele pode fazer as suas necessidades.

Na nossa opinião, para facilitar a associação à frase enquanto o está a treinar, deve também utilizá-la como parte do reforço positivo. Por exemplo, diz-lhe “faz cocó”. Quando ele acabar de fazer pode dizer-lhe “fez cocó!” com alegria.

4 – Crie uma rotina

Os cães são animais de hábitos, que captam tudo dos donos. Por isso estabeleça uma rotina, para que com o tempo, ele possa perceber que chegou a altura de fazer as necessidades.

ensinar cachorro a fazer necessidades no jornal

Dicas para educar o cão a fazer as necessidades no jornal ou no tapete higiénico.

Quando são cachorrinhos, os veterinários aconselham que eles não saiam à rua enquanto não tiverem todas as vacinas em dia. Por isso muitas vezes o lugar escolhido para eles fazerem as necessidades é no jornal, o que nem sempre é tarefa fácil.

Estas dicas irão ajudá-lo a tornar este processo mais rápido e evitar que a casa fique suja.

1 – Delimitar o Espaço

Não só pelas necessidades, mas também pela segurança do patudo, nas primeiras semanas o cachorrinho não estar solto pela casa toda.

Deve delimitar um espaço para que ele possa estar em segurança, como por exemplo uma área na cozinha ou na sala, ou a varanda. O espaço que ache apropriado, mas suficientemente amplo para que ele possa brincar, dormir e fazer as necessidades.

Quando tiver delimitado esse espaço, forre o chão por completo com folhas de jornal. A área delimitada será a área para o cachorro.

Agora tem outra decisão importante a fazer: Ou ele fica nesse espaço nas primeiras semanas, ou pode andar consigo pela casa.

O ideal é que nas primeiras semanas o cachorrinho não saia por nenhuma razão do espaço que delimitou. Nesse espaço ele fará tudo. Deve brincar bastante com ele, e sempre que o vir fazer xixi ou cocó, deve recompensá-lo.

As necessidades devem também ser limpas regularmente, e os jornais mudados. Procure no entanto manter sempre um ou outro jornal que contenha o odor.

A ideia é ir reduzindo aos poucos a área forrada com jornais, e sempre que ele fizer no jornal é recompensado.

Assim, quando ele sair do espaço, assimila mais facilmente esse local como o habitual para os xixis ou cocós.

Porém, sabemos que pode ser difícil para algumas pessoas não poder ter o cachorrinho com eles a toda a hora e tê-lo confinado a um espaço. Se for essa a sua opção, certifique-se de que é apenas com supervisão que o tira do espaço. Assim que tirar a atenção dele, volte a colocá-lo lá.

Não o tire também após as refeições, porque quando os cachorrinhos ingerem comida ou bebida os seus intestinos e bexiga respondem pouco tempo depois. De novo lembramos que eles não têm controlo sobre as necessidades fisiológicas.

2 – Reduzir a área forrada

Dissemo-lo no primeiro ponto, mas reforçamos aqui que essa é a ideia. Reduzir aos poucos a área de jornal ou com tapetes, para que ele possa ir assimilando-a como a sua “casa de banho”.

O importante é recompensá-lo sempre que o vê fazer no local desejado. Se ele fizer mas não vir, limpe simplesmente. Não vale apena recompensá-lo nessas alturas porque ele não vai associar a recompensa a nada.

Caso ele faça no sítio errado, não se chateie nem diga nada. Limpe simplesmente e tente desinfectar para tirar o cheiro de modo a que, por causa do odor ele não se sinta compelido a voltar a fazer nesse sítio.

3 – Apanha-o a fazer no sítio errado. Como agir?

Se começar a ver o seu cachorrinho inquieto, começar a dar voltas e a cheirar o chão, então é provavelmente um sinal de que ele está aflito. Por vezes pode ser tão rápido que nem se apercebe.

Se reparar que ele vai fazer as necessidades no sítio errado, então pode tentar impedi-lo. Bata as palmas alto, ou diga-lhe alguma coisa que lhe capte a atenção, e conduza-o para o local certo.

Se mesmo assim ele começar a fazer, procure levá-lo imediatamente para o sítio que escolheu para reforçar essa associação.

Tenha paciência e não se zangue com ele. É um processo normal pelo qual todos os donos passam. Eventualmente, com consistência e treino ele irá compreender.

Recompense o comportamento desejado, ignore o indesejado e conduza-o sempre para aquilo que pretende.

P.S – Se já for um cão jovem ou adulto, a base do processo será a mesma, mas com a noção de que ele já tem um maior controlo fisiológico. Se vir que ele está a preparar-se, desvie-lhe a atenção e conduza-o para o lugar certo.

Em caso de marcações de território, corrija-o com assertividade e dê-lhe a entender que esse comportamento não é desejado (sem ser preciso bater-lhe o gritar com ele).

Dicas para ensinar o cão a fazer as necessidades na rua

Existem várias sugestões para ensinar o cão a fazer as necessidades na rua, algumas incluem colocá-lo na jaula por uns tempos porque eles não gostam de estar no meio das suas próprias fezes.

Contudo, nós achamos que não é necessário chegar a esse ponto. Os cães são animais inteligentes, por isso se o ensinou a fazer no jornal, será fácil ensiná-lo a fazer na rua.

Conforme o seu cão for crescendo e tendo um maior controlo intestinal, irá começar a compreender quais são as suas rotinas e hábitos. Provavelmente estarão relacionadas com a hora da alimentação.

Conhecendo os hábitos do seu animal, a melhor forma para o ensinar é passar a levá-lo à rua por volta da altura em que ele costuma ir ao jornal.

No início pode ser uma grande ajuda utilizar a palavra ou a frase que associou quando ele vai à “casa de banho”. Por exemplo, se quando ele fazia no jornal já tivesse associado a frase “faz cocó”, então pode utilizá-la na rua para que ele compreenda mais facilmente.

Tenha paciência e fique com ele o tempo que for preciso até que ele faça as necessidades e recompense-o sempre que ele as fizer.

Saiba outras coisas que pode ensinar ao seu cão

Faz Parte da Nossa Comunidade 🙂
10

Sobre o Autor

ODonoCuida

3 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário

  • Boa tarde,

    Há cerca de um mês e meio adotei um cachorrinho Yorshire, agoara com 3 meses. Antes de o ir buscar, li atentamente os seus textos de como ensinar o cão a fazer as necessidades no lugar certo e tento aplicá-las. Confesso que não estou a ter grandes resultados, e sei que deverei estar a fazer algo errado, pelo que começo a desesperar.
    Começo por descrever o ambiente onde ele fica durante o dia: na cozinha. A casa é grande e espaçosa, assim como a cozinha. Depois de muito pensar achei, e continuo a achar, que foi a melhor solução. Comecei por deixar 3 ou quatros resguardos estendidos para ele fazer as necessidades, e no principio parecia estar a resultar, sendo que fazia mais vezes xixi no resguardo do que que o cocó, mas sempre o recompensei quando fazia no sitio certo. A ideia era ir reduzindo o número de resguardos, mas entretanto o canito descobriu como destruir o resguardo e foi aí que o plano se desfez. Entretanto comprei uma plataforma de treino com uma grelha em que o resguardo fica preso por baixo da grelha (para ele não destruir o resguardo). Devo dizer que a partir deste ponto tudo parece andar para trás, e agora tenho de lavar a cozinha duas vezes quando chego a casa (a primeira com água e um pouco de lixívia e a segunda só com água).
    Não tenho como estar com ele o dia todo, saio de casa muito cedo e deixo-o na cozinha, o meu pai sai depois de mim mas mantém-no na cozinha. É também o meu pai quem chega mais cedo a casa, e nessa altura abre-lhe a porta da cozinha e ele pode andar entre este espaço e a sala de estar. Resumindo, só quando estamos em casa é que ele também pode andar pela casa, e nesta altura é que começa também a esperar que estejamos de costas para fazer xixi onde não deve. Ou seja, sinto que houve um retrocesso e sinto que estou a falhar, o que me deixa muito frustrada. Por favor, o que posso fazer?

  • Há 20 dias adotei um Shi-tsu, ele tem uns 6 meses, e minha grande dificuldade é que ele faça o xixi e cocô no apartamento, porque ele só faz na rua. Quero muito que ele faça no apartamento porque se esta chovendo muito não tem como levá-lo e me preocupo dele segurar muito tempo a urina e o cocô e prejudica-lo , sair a noite com ele também é preocupante pois o local é um pouco perigoso, enfim, não sei como fazer. Acreditando que estaria ajudando levei para rua o tapetinho higiênico e trouxe para o apartamento com um pouco do xixi, mas nada resolveu. Confesso que estou perdida, sem saber como ajudá-lo.

  • Eu tenho uma cadelinha pequena como os primeiros 3 meses ela aprendeu a fazer as suas nessecidades sempre no mesmo citio apredeu bem numa semana ate agora faz sempre la mas agora ja pode ir a rua e eu vou passiar com ela mas na rua nao faz nada chega a casa e faz no sitio que apredeu como devo fazer para ensinar a fazer na rua