Início > Raças do Mês > Raças de Cães > Husky Siberiano – Tudo o que um dono precisa saber
Raças de Cães

Husky Siberiano – Tudo o que um dono precisa saber

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

husky siberiano

O Husky Siberiano pode ser um cão maravilhoso para fazer parte da sua família. Durante décadas esta raça foi adquirida pela sua aparência, sem tentarem perceber as suas características e temperamento. O resultado destas aquisições compulsivas foi o abandono de muitos exemplares. Embora seja uma excelente raça para toda a família, eles precisam de donos que consigam preencher as suas necessidades. Neste artigo iremos abordar tudo aquilo que um dono deve saber sobre os Huskies Siberianos.

Perfil básico desta raça:

  • Origem: Rússia
  • Grupo: Cães de tipo Spitz e de tipo Primitivo – Cães nórdicos de trenó
  • Porte: Médio
  • Altura: De 50 a 60 cm
  • Peso: 15 kg a 28 kg
  • Temperamento: Social, inteligente, divertido, apegado à família, energético, teimoso, obstinado
  • Treino e Aprendizagem: Para donos experientes. Não é fácil treinar um husky.
  • Obediência: Médio
  • Grau de energia: Elevado
  • Treino diário: No mínimo 2 horas
  • Saúde: Cão saudável e resistente
  • Esperança média de vida: 12 a 15 anos
  • Ambiente ideal: Casa com quintal

husky siberiano

Características Físicas

Aparência geral do Husky:

O Husky Siberiano é a raça de cães mais parecida com os lobos, tanto a nível físico como comportamental. Eles são cães com um porte musculado, compacto e com uma pelagem densa. Sem dúvida que é uma raça que representa bem o porte atlético canino. Os exemplares desta raça  têm um crânio ligeiramente arredondado. O seu focinho é médio e não é extremamente pontiagudo nem quadrado. As suas orelhas apresentam-se erectas, triangulares, aproximadas e com algum pêlo no seu interior. O olhar do Husky é marcante pois são muito expressivos e amigáveis. A cor dos olhos desta raça pode variar entre o azul intenso e o castanho, sendo que alguns exemplares têm um olho de cada cor. As suas patas típicas de um cão das neves apresentam pêlos densos entre os dedos. Por fim a sua cauda costuma ficar curvada por cima das costas quando este está em movimento ou vigilante, no entanto permanece caída quando este está relaxado ou parado.

Pelagem e cor:

O comprimento do pêlo do Husky é médio, recto e liso, mas a sub-pelagem da raça é suave e densa. O que torna a aparência da pelagem mais volumosa e densa. A cor da pelagem desta raça é variada, dentro da mesma existem exemplares com a predominância do preto como cor e outros com o branco. No entanto para além destas duas cores existem exemplares cinzentos, castanhos, bege, entre outras cores. Outro aspecto a destacar na pelagem do Husky é a variedade de “marcas” de cor na cabeça, existindo inúmeras combinações difíceis de observar em outras raças.

husky siberiano

Comportamento característico da raça

Se tem um Husky Siberiano certamente reconhece que eles são cães maravilhosos quando são treinados desde pequenos. A sua excelente capacidade de socializar com estranhos é uma característica maravilhosa para quem gosta de receber visitas em casa. Para além de muito dóceis com os membros da família, desde os mais novos aos mais velhos, eles costumam dar-se muito bem com outros animais se forem socializados desde pequenos.

Quando fazem exercício e são estimulados fisicamente e mentalmente são óptimos cães para estarem dentro de casa. Por norma eles quase não ladram quando comparados com outros cães e são extremamente bem-educados quando estão treinados. Embora gostem da sua independência, eles são extremamente devotos aos seus donos, e a ausência destes podem levar o animal à depressão.

Mas este é o cenário cor-de-rosa de quem se dedica a educar intensamente um husky desde pequeno, com muita paciência e persistência. Quando esta raça não é treinada devidamente ou não compreende as suas necessidades existem diversos problemas comportamentais comuns. Para falar sobre estes, abordamos as características comportamentais mais comuns nesta raça.

Um cão com energia elevada

Se está a pensar ter um Husky certamente já leu que este é um cão de trabalho. Não é por acaso que a raça é usada para puxar trenós durante horas. Como é óbvio estes cães têm muita energia para gastar diariamente, por isso deve estar preparado para um cão muito activo e energético. Esqueça aquela simples caminhada de meia hora, ela não vai chegar para suprir as necessidades do seu animal. O Husky precisa de longas caminhas ou corridas, desafios mentais e muitas actividades para cães. Eles adoram escavar, correr e tentar caçar. Idealmente ele não é um cão de apartamento, pois um quintal permite-lhe ter mais liberdade para explorar todas as suas características. No entanto eles adaptam-se muito bem a todas as situações se gastarem energia diariamente. Ele será um cão muito feliz se tiver a sua companhia e poder gastar a energia acumulada todos os dias.

Cães que não lidam bem com a solidão

O Husky é um cão de matilha e de trabalho na neve. Quando fica sozinho em casa sem nada para fazer existe uma forte probabilidade de vir a ter um cão destrutivo e com muita energia acumulada. Ao não ter companhia e nada para fazer este poderá destruir rapidamente várias coisas em sua casa, sendo o pior cenário começar a causar feridas nele próprio.

Se pensa deixar o seu Husky sozinho em casa várias horas a melhor solução é arranjar-lhe uma companhia. Para esta raça a falta de companhia diária é muito complicada. Eles apegam-se muito aos donos e a sua ausência pode ser um processo muito complicado de gerir. Muitos animais desta raça acabam por sofrer de depressões quando os donos se ausentam por vários dias, acabando muitas vezes por deixarem de comer e beber água, colocando a própria vida em risco.

Por isso pense bem antes de adquirir um Husky Siberiano, se quer um companheiro fiel e dedicado a si é uma óptima escolha, mas lembre-se que este precisa da sua companhia. Se costuma estar ausente do país, trabalhar muitas horas, e raramente está em casa não adquira um companheiro desta raça.

Precisam de um dono experientes na hora do treino

Nem sempre é fácil treinar esta raça, e não é por falta de inteligência da mesma. O Husky sendo um cachorro muito energético tem alguma dificuldade de concentração no início. Para além disso ele vai querer testá-lo como líder de tempos a tempos, por isso é preciso ter um pulso firme na sua educação. Um dos maiores problemas ao educar um Husky é que ele não se foca durante muito tempo no ensinamento dos comandos. Os treinos devem ser divertidos mas sem muita excitação, com recompensas, sem agressividade e com muita paciência. Se vai treinar o seu cão sozinho deve mentalizar-se que deve estar muito calmo e manter sempre o mesmo tipo comandos para não acabar por o confundir.

Por norma esta raça tem uma maior facilidade de aprendizagem nas escolas caninas, principalmente pela experiência dos treinadores. Os donos inexperientes por vezes têm muitas dificuldades ao ensinar os animais desta raça. Não pense que é invulgar o Husky portar-se muito bem na escola canina e em casa não fazer nem metade do que faz na escola. O problema está no tipo de liderança que exercemos em casa, muitas vezes causado pelo cansaço do trabalho e o stress do dia a dia. Tire nem que seja 20 minutos por dia para treinar o seu cão, durante esse tempo não se foque em mais nada. Aproveite e habitue o seu cão a saber esperar. O dono é soberano em casa, ele decide os horários das refeições, passeios, treinos e brincadeiras. O seu cão ao perceber isso irá identificar a sua liderança com maior facilidade. Vai ver que com paciência os resultados irão aparecer.

Óptimo com estranhos

Esta é uma das características que agrada a muitos donos e desagrada a tantos outros. Embora o seu porte médio seja atlético e imponente, o Husky Siberiano não é um cão de guarda. Por norma quando socializados em cachorrinhos com outras pessoas, eles são animais extremamente sociais com estranhos. Esta raça é óptima para quem gosta de receber amigos em casa, pois o seu cão poderá ser um excelente anfitrião. Eles gostam de atenção, mas por norma sabem comportar-se correctamente com as visitas se forem ensinados desde cedo.

Problemas comportamentais comuns

Alguns donos queixam-se que o Husky é um cão territorial e dominante. Machos desta raça que não foram castrados podem apresentar esse tipo de comportamento, principalmente se não forem corrigidos desde pequenos. Por norma o mau comportamento desta raça está relacionado com a falta de exercício físico e mental, mas também pouca experiência dos donos na hora dos treinos e educação. Ao não sentirem segurança na liderança dos seus donos, esta raça vai acabar por assumir esse papel. Acabando por tornar-se num cão dominante, territorial e muitas vezes inseguro. Por norma este tipo de combinação terá resultados preocupantes na vida adulta do animal.

Convivência com crianças

Normalmente esta raça adora crianças, pois são pacientes, gentis e brincalhões. Eles adoram conviver com crianças, principalmente as que já sabem como devem agir com um cão. Eles adoram ter atenção dos mais pequenos pois estes também adoram brincadeiras. O Husky Siberiano é considerado uma das melhoras raças para quem tem filhos. Todavia nunca se esqueça que os cães e as crianças devem ser ensinados a conviver uns com os outros, e nunca devem ser deixados sozinhos sem supervisão.

O uivar característico

Pois é, o uivar característico do Husky não passa despercebido, principalmente para quem vive perto de um. Um dos aspectos positivos é que esta raça raramente ladra, mas para compensar eles uivam e muito. Acredite que irá achar muito engraçado nos primeiros tempos, pois é impossível não nos rirmos com o uivar característico desta raça. No entanto com o passar do tempo este uivar pode tornar-se um grave problema, principalmente para quem mora em apartamentos ou moradias em banda.

O Husky Siberiano tem tendência a uivar durante muito tempo quando está sozinho. Este comportamento pode tornar-se num verdadeiro inferno para os seus vizinhos. Por isso o melhor que pode fazer é tentar ensiná-lo a não uivar tantas vezes. Leia o nosso artigo “Porque é que os cães uivam? Esclareça as suas dúvidas” e pode ser que ajude a diminuir este comportamento. O mais importante quando queremos que o nosso cão não esteja a uivar constantemente é não encorajar este tipo de comportamento.

Instinto caçador

Como já referimos em outros artigos todos os cães descendem do lobo, mas existem algumas raças mais semelhantes geneticamente do que outros. O Husky é uma das raças mais semelhantes geneticamente ao lobo. Logo o instinto de caçador ainda está muito presente no seu ADN. É importante que os donos percebam esta sua característica para não terem surpresas desagradáveis no futuro. Embora eles sejam muito sociais com outros cães e até com alguns gatos, o seu instinto de caçador costuma ser activado rapidamente na presença de pequenos animais. Por isso quem tem roedores em casa e outros animais pequenos deve ter muita atenção a esta característica. Eles caçam por instinto, sem perceber que está certo ou errado aquele comportamento. Pense em todas as características de uma raça antes de adquirir um animal.

Independente mas adora a sua família

Neste artigo já falámos várias vezes na devoção que o Husky tem à sua família humana. Eles são considerados uma das melhores escolhas para famílias com uma vida activa, pois são dóceis, sociais, brincalhões e energéticos. No entanto eles também gostam de ter a sua independência. Esta raça normalmente não está sempre em cima dos seus donos a toda a hora, eles gostam de dormir no seu espaço ou ter o seu momento a sós. Devido ao seu espírito livre e independente não acham muita piada aos treinos de obediência, embora os façam por dedicação aos seus donos e a uns doces. Um dono de um cão desta raça deve saber respeitar a independência do seu animal quando este pretende estar sozinho. Acredite que grande parte do tempo ele vai querer estar ao seu lado, mas ele também não dispensa alguns momentos para ele fazer o que pretende.

Amigo de outros cães

Esta raça quando socializada desde tenra idade adora o convívio com outros cães. Eles são cães de matilha, por isso têm tendência e facilidade a fazer amizades no mundo canino. Por norma o Husky fica melhor em casa quando tem outro amigo canino para conviver diariamente.

O Husky Siberiano em cachorro

O que pode esperar de um cachorro desta raça? Muita energia, brincadeiras e muitos estragos. Por isso mal estejam vacinados devem começar a gastar energia nos passeios diariamente. Nunca exercite demais um cachorrinho, pois o excesso de exercício pode causar problemas no futuro.

Quanto ao treino recomenda-se que seja iniciado o mais cedo possível. Treine o seu cachorro com recompensas positivas e actividades divertidas para que este se mantenha interessado. Não excite demais o seu cão, muita excitação pode causar problemas de ansiedade mais tarde. Os treinos devem ser feitos com paciência e boa disposição, se não estiver com esse estado de espírito mais vale deixar para outro dia. Evite ao máximo correcções agressivas.

husky siberiano

 

Cuidados específicos com esta raça

  • Pêlo: O Husky deve ser escovado uma a duas vezes por semana. Na altura da muda de pêlo deve ser escovado diariamente. Para quem evita cães que deixam cair muito pêlo, o Husky não é a escolha certa. Eles largam muito pêlo, prepare o seu aspirador pois vai passar a usá-lo regularmente.
  • Cuidado com as temperaturas quentes. Evite ao máximo expor o seu Husky a actividades no exterior nas horas de maior calor. Esta raça está geneticamente preparada para lidar com temperaturas muito baixas e não com temperaturas elevadas. Se o seu cão costuma ficar num quintal ou num jardim ele precisa ter um local com sombra e bastante arejado. O mais indicado é permanecer num local fresco nas horas de calor. Tente passeá-lo logo pela manhã e ao final da tarde.
  • Olhos. Os olhos são uma das parte mais sensíveis desta raça. Por isso deve pedir ao criador exames caso ache necessário ou questionar sobre problemas genéticos de visão nos progenitores. Após despistar esses problemas, em casa deve verificar os olhos do seu cão regularmente para ver se existem infecções ou outros problemas.

husky siberiano

Doenças mais comuns

Geralmente o Husky Siberiano é um cão bastante saudável, principalmente quando é bem cuidado num clima e ambiente apropriado a esta raça. No entanto, como em todas as raças, existem doenças mais comuns ou potenciais problemas registados nos Huskys que deve ter conhecimento. Sendo estes:

  • Atrofia progressiva da retina
  • Cataratas
  • Glaucoma
  • Dermatite
  • Displasia da anca
  • Distrofia corneana
  • Obesidade

Os exemplares de olhos azuis, segundo estudos de vários veterinários, apresentam normalmente mais problemas de visão do que exemplares com olhos castanhos. Donos de huskies de olhos azuis devem ter especial atenção à visão dos seus animais.

Estar informado sobre este tipo de doenças mais comuns na raça do cão que pretende adquirir é muito importante. Pois quando procura um bom criador deve pedir exames e o historial de saúde dos seus progenitores. Bons criadores não temem fornecer o máximo de informação sobre as suas ninhadas e progenitores, sendo um motivo de orgulho para estes ter animais extremamente saudáveis e equilibrados à sua responsabilidade. Quando compra um cão a um “criador” que não está registado, o seu animal poderá ter alguns problemas genéticos no futuro.

Curiosidades sobre a raça

  • O uivo do Husky pode ser ouvido até 16 km de distância.
  • A sua pelagem dupla consegue protegê-los de temperaturas muito baixas que podem chegar até aos -30 graus.
  • São capazes de controlar o seu próprio metabolismo para não perderem as suas reservas de gordura, para aguentarem mais tempo a caminhar sem ficarem extremamente cansados. Os cientistas nunca conseguiram explicar como é que estes animais conseguem controlar o próprio metabolismo.
  • Segundo alguns dados registados, acredita-se que alguns exemplares desta raça já correram/caminharam durante 600 km.

Origem e história da raça

Husky é um termo genérico que se refere a qualquer cão do tipo nórdico. O termo deriva de uma variação da palavra Eskie, ou seja, esquimó. O husky siberiano é oriundo da Sibéria asiática, localizada a leste da Cordilheira Urais. Estes cães, longe ainda da aparência que conhecemos nos dias de hoje, foram especialmente desenvolvidos para puxar trenós em condições climáticas extremas.

O povo Chukchi foi quem desenvolveu a raça durante várias décadas, treinando estes cães para puxar trenós durante vários quilómetros com temperaturas negativas. Foi em 1887, enquanto a Rússia dominava o Alasca, que vários exemplares foram levados para o Alasca, tornando-se cada vez mais populares. No ártico, estes animais eram essenciais para a população residente, mas também eram o entretenimento preferido quando participavam nas famosas corridas do Alasca, que cobriam mais de 600 km entre Nome e Candle. Embora no início não despertassem a simpatia dos espectadores e muito menos dos apostadores, devido ao seu porte médio e comportamento dócil, eles viriam a ter um enorme destaque na corrida de 1910. Um criador gostou tanto da raça que importou 70 cães para treiná-los para a corrida de 1910. As suas três equipas chegaram em primeiro, segundo e quarto lugar, popularizando a raça dentro do meio. No resto do ano a raça continuava a ser usada para puxar trenós.

husky siberiano

Um marco mundial para o Husky Siberiano

Em 1925 ganharam o reconhecimento mundial ao ajudar a salvar a população de Nome que vivia uma forte epidemia.  Devido a fortes nevões e tempestades a população não conseguia ter acesso a medicamentos. Perante essa situação decidiram destacar mais de 150 animais de várias raças de cães puxadores de trenó para fazer chegar os medicamentos, percorrendo uma distância de 1054 quilómetros em 5 dias e meio. O trajecto mais complicado ficou a cargo dos Huskies Siberianos, liderados por Togo e Balto.
Essa equipa viria a percorrer 540 km com soro salva-vidas para a difteria que atingia Nome e foram responsáveis por salvar a cidade. Existe uma estátua em homenagem a esses cães no Central Park, nos Estados Unidos da América.
Os primeiros exemplares desta raça chegaram ao Canadá e depois aos Estados Unidos por volta dessa época. O AKC reconheceu a raça em 1930. Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos huskies siberianos trabalharam em equipas de busca e salvamento do Exército Americano, conquistando mais tarde a admiração do público.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Faz Parte da Nossa Comunidade 🙂
0

Sobre o Autor

Profile photo of ODonoCuida

ODonoCuida

Deixe-nos um Comentário

Clique aqui para deixar um comentário

Or

Saltar para a barra de ferramentas