Início > Raças do Mês > Raças de Cães > Jack Russell Terrier – Tudo o que um dono precisa saber
Raças de Cães

Jack Russell Terrier – Tudo o que um dono precisa saber

jack russell terrier

O Jack Russell Terrier é uma das raças que tem despertado o interesse de muitos amantes de cães nas últimas décadas, principalmente pela sua personalidade, beleza e inteligência. Embora seja um cão de porte pequeno, esta raça tem um nível de energia pouco comum nos cães deste porte, o que pode ser óptimo para um dono com uma vida activa ou um pesadelo para um dono sedentário.

Aqueles que compreendem todas as suas características têm o prazer de conviver com um cão fantástico que será o seu motivo de orgulho. Contudo se ainda não é dono de um é melhor ler o nosso artigo primeiro, pois ter um Jack Russell Terrier não é para qualquer um.

Perfil básico desta raça:

  • Origem: Grã-Bretanha
  • Grupo: Terriers de pequeno porte
  • Porte: Pequeno
  • Altura: De 25 a 30 cm
  • Peso: 4 kg a 7 kg
  • Temperamento: Inteligente, energético, teimoso, brincalhão, amigável, destemido.
  • Treino e Aprendizagem: Facilidade para donos com alguma experiência.
  • Obediência: Médio
  • Grau de energia: Elevado
  • Treino diário: No mínimo 1h
  • Saúde: Cão saudável que requer alguma atenção com problemas específicos.
  • Esperança média de vida: 13 a 15 anos
  • Ambiente ideal: Casa com quintal, mas vive muito bem num apartamento.

Jack Russell características:

O Jack Russell Terrier é um cão de porte pequeno, com um corpo mais longo do que alto. A sua estrutura é forte e musculada, com um corpo quadrangular, e um peito profundo. Os seus membros posteriores são mais fortes dos que os anteriores. A sua cauda por norma é pendente, as suas orelhas são em forma de botão ou pendentes. Quanto à sua cabeça é afunilada e termina sempre com o seu nariz preto.

Pelagem e cor da raça:

Embora seja mais comum vermos esta raça de pêlo curto e suave, também existe exemplares de pêlo cerdoso. Em ambos os casos as pelagens são duplas e resistentes à água. Numa ninhada pode existir exemplares de pelagem curta e cerdosa.

Quanto à sua coloração o branco deve ser a cor predominante, que pode ser acompanhado com manchas castanhas ou pretas, ou manchas de ambas as cores.

jack russell terrier
Jack vs Parson Imagem: www.bestinshowdaily.com

Jack Russell Terrier vs Parson Russell Terrier

É muito comum estas raças serem confundidas, principalmente quando ainda são cachorros. Tanto o Jack Russell como o Parson Russell têm muitas características semelhantes, mas é evidente que o tamanho os distingue facilmente. O Parson é mais alto e quadrado do que o Jack, que é mais longo que alto.

O Parson foi criado para acompanhar as passadas dos cavalos quando iam para a caça. Esta raça tem uma energia inesgotável, mas é um cão extremamente equilibrado quando exercitado. Os criadores e amantes destas duas raças têm discutido sobre qual dos dois é o melhor cão de companhia, a verdade é que ambos o são.

jack russell terrier

Comportamento e temperamento do Jack Russell Terrier

No geral o Jack Russell Terrier é cão com um bom temperamento, no entanto é necessário perceber algumas características temperamentais e comportamentais da raça. Embora nenhum cão seja igual, existem alguns comportamentos mais comuns nestes exemplares que podem ajudar os donos na hora de educá-los.

Os JRT são animais cheios de energia, muito alegres e divertidos, inteligentes, teimosos e cheios de personalidade. Alguns donos com pouca experiência em educar cães têm alguma dificuldade em ter mão nestes pequenos, por isso é essencial iniciar os treinos de um Jack desde tenra idade.

Um cão de porte pequeno cheio de energia

O nível de energia do Jack Russell Terrier é uma das suas principais características. Embora seja um cão de porte pequeno, ele é tudo menos um cão de colo. Se está a pensar em ter um exemplar desta raça prepare-se para uma energia inesgotável, muita correria e brincadeiras constantes. Embora a raça tenha actualmente um papel de companhia, na sua composição genética ainda está presente o seu instinto caçador. Talvez por isso estes cães adorem perseguir brinquedos e grandes correrias.

É necessário perceber estas características para o seu Jack não viver extremamente frustrado num apartamento. Esta raça precisa de donos que compreendam o seu nível de energia, e que estejam dispostos a passar um bom tempo entre passeios e actividades que estimulem o corpo e a mente do animal. Se é uma pessoa activa vai apaixonar-se facilmente por esta raça e irá querer incluir o seu Jack na maioria das suas actividades físicas ao ar livre. Se é uma pessoa sedentária que não gosta de muita agitação, o jack russell provavelmente não é a raça indicada para si.

Inteligente, teimoso e persistente

Quem tem um Jack Russell sabe que por vezes é preciso ter muita paciência para conseguir levar o seu cão a fazer aquilo que pretende, principalmente quando estes ainda são jovens. Eles são cães muito energéticos, com bastante personalidade. Agora a estas duas características junte um nível de inteligência muito alto, teimosia e persistência. Esta combinação de características podem ser um pesadelo se não tiver experiência em educar um cão. Por isso é muito importante começar os treinos de obediência desde muito cedo.

Ao contrário de muitas raças, o JRT consegue facilmente ter um bom desempenho nos treinos de obediência com 3 ou 4 meses. No entanto estes precisam de ser feitos com paciência, reforço positivo e algum pulso firme para que as gracinhas do seu companheiro não levem a melhor na hora dos treinos. Para os donos que não conseguem manter o seu Jack algum tempo focado, o segredo está em fazer sessões mais curtas de treino no início. Conforme o tempo vai passando pode ir aumentando gradualmente o tempo de treino.

Nunca se esqueça, cães muito inteligentes aprendem normalmente muito rápido, seja para o bem ou para o mal. Tente ao máximo evitar ensinamentos que não quer que continuem com o passar do tempo. A melhor solução passa normalmente por manter uma educação consistente e equilibrada, com muitos desafios à mistura.

Não há limites para o que um jack russell terrier pode aprender com um dono consistente e experiente. Se for trabalhar neste sentido com o seu cão irá ficar muito orgulhoso das vossas conquistas.

Um cão muito leal, afectivo mas que gosta da sua independência

O Jack Russell Terrier é um cão que idolatra o seu dono. Na maioria dos casos eles adoram estar em casa a receber afecto e a pedir atenção para as brincadeiras, como adora estar num quintal na sua vida a cavar e a perseguir o que aparecer. Resumindo eles gostam de atenção, mas também gostam de ter a sua independência.

Eles costumam ser protectores dos seus donos, por isso é preciso ter atenção para que não se tornem demasiado protectores e ciumentos. Ensine-lhe desde cedo que ele tem que respeitar o seu espaço.

Deve ser socializado com pessoas e animais desde muito cedo

A maioria dos Jacks quando socializados desde cachorrinhos convivem muito bem com pessoas estranhas e outros animais. No entanto alguns donos quando questionados sobre o relacionamento dos seus cães com outras pessoas e animais têm muitas dificuldades. Isto por norma acontece quando a apresentação do seu cão a outras pessoas e animais não foi feita da melhor forma ou foi bastante tardia. E é aí que os problemas começam. Se sentir que não consegue que o seu cão socialize com pessoas e animais é melhor pedir ajuda de um profissional.

Não pense que por ele ser de porte pequeno que não lhe causará problemas neste sentido. Esta raça é muito corajosa e destemida. Por norma não tem medo de fazer frente a cães maiores que eles. Por isso lembre-se sempre que a educação e socialização deles deve ser prioritária.

Instinto caçador

Como referimos anteriormente, actualmente a raça é maioritariamente de companhia. No entanto eles são terriers, e nos seus genes continuam a estar presentes os seus instintos de caça. O Jack Russell era usada na caça da raposa, por isso é natural para eles perseguirem alguns animais. Este tipo de característica nunca deve ser ignorado por um dono, deve sim ser redireccionado para exercícios e brincadeiras. Ao ar livre é preciso alguma cautela para que estes não consigam fugir e começar uma perseguição.

Em Inglaterra, o clube inglês de Jack Russell Terriers continua a manter os padrões destes como cães caças, continuando a reforçar os seus instintos de caçadores. Para o clube o animal não deve perder uma das suas melhores características em prol de ser um cão de companhia.

Adoram cavar

Se tem um quintal muito arranjado e bem cuidado e quer ter um Jack prepare-se porque os buracos rapidamente vão começar a aparecer. Eles adoram cavar um bom buraco sempre que podem, por isso se o vai deixar sozinho num quintal muitas horas é normal que os buracos comecem a multiplicar-se. Pode sempre ensiná-lo a cavar em “locais permitidos” por si, pois normalmente é complicado remover totalmente a sua vontade de cavar quando eles passam algum tempo no exterior. Os donos que têm esta raça em apartamentos por norma não têm este problema quando exercitam diariamente o seu cão.

jack_russell_terrier

Com eles irá sempre existir muitas gargalhadas e boa disposição

Pequeninos, energéticos, divertidos e patetas estes cães irão trazer a boa disposição facilmente para a sua casa. É difícil não nos apaixonarmos por eles num instante. Eles estarão sempre disponíveis para uma boa brincadeira com a sua família.

Crianças e amigos em sua casa

É raro um Jack Russell ter problemas em aceitar uma criança em casa. Quando vivem num ambiente equilibrado estes animais pela sua inteligência percebem que têm que ser mais gentis com as crianças. No entanto eles preferem os seus pequenos donos quando estes começam a querer brincar com eles, por norma crianças mais velhas e JRT tornam-se rapidamente inseparáveis.

Eles costumam receber com muita alegria familiares e amigos dos seus donos. Todavia o seu grau de energia e excitação pode deixar os seus convidados um pouco desconfortáveis. Tente ensinar o seu cão a não pular e empoleirar-se nas pernas dos seus convidados, se o fizer vai ver que as visitas a sua casa irão tornar-se muito mais agradáveis.

Cuidado com o ladrar excessivo

O Jack Russell Terrier está sempre vigilante e é um óptimo cão de guarda, pois avisa sempre que ouve um ruído vindo do exterior da sua casa. Como é óbvio isto são óptimas características num cão, o problema está no hábito de ladrar excessivamente, principalmente se vive num apartamento. Vivemos em sociedade e temos que aceitar que as outras pessoas não têm que ouvir um cão a ladrar constantemente e nem todos temos os mesmos horários.

Tente ensiná-lo a não ladrar excessivamente sem parar. Deixe que o seu cão ladre sim, mas nunca por um período muito prolongado. Ensine-o com reforço positivo e vai ver óptimas melhorias neste aspecto.

jack russell terrier

Cuidados específicos com esta raça

  • Pêlo: Precisa de ser escovado duas vezes por semana para remover os pelos mortos. Esta raça se for escovada com bastante regularidade não precisa de muitos banhos.
  • Unhas: Como são cães muito energéticos têm tendência a magoar os seus donos com as unhas nas pernas ao saltar e a pedir atenção. É aconselhável cortar as suas unhas uma a duas vezes por mês.
  • Higiene Bocal: Escove no mínimo 3 vezes por semana os dentes do seu JRT para evitar a acumulação de tártaro e a doença periodontal. Ao escovar diariamente os dentes do seu cão pode evitar alguns problemas comuns orais das raças pequenas.
  • Controlar o peso: Tente sempre dar as doses recomendadas para o seu jack russell terrier, juntamente com uma boa dose de exercícios diários. Cães de porte pequeno alimentados em excesso e com pouco exercício tem tendência a ficar obesos. Não descuide a alimentação e os passeios do seu JRT.

Jack-Russell-Terrier

Doenças mais comuns

Por norma um Jack Russell Terrier é um cão bastante saudável e forte, principalmente quando adquirido num bom criador. No entanto a raça tem registados alguns problemas de saúde, como por exemplo:

  • Displasia Coxofemoral
  • Luxação patelar
  • Dermatite
  • Problemas oftalmológicos
  • Necrose asséptica da cabeça femoral
  • Problemas neurológicos
  • Surdez
  • Pneumonias
  • Obesidade

Estar informado sobre este tipo de doenças mais comuns na raça do cão que pretende adquirir é muito importante. Pois quando procura um bom criador deve pedir exames e o historial de saúde dos seus progenitores. Bons criadores não temem fornecer o máximo de informação sobre as suas ninhadas e progenitores, sendo um motivo de orgulho para estes ter animais extremamente saudáveis e equilibrados à sua responsabilidade. Quando compra um cão a um “criador” que não está registado, o seu animal poderá ter alguns problemas genéticos no futuro.

Curiosidades sobre a raça

Esta raça é uma escolha muito comum na hora dos castings para filmes de cinema. Isto deve-se ao sucesso que muitos exemplares tiveram nos grandes ecrãs, como o Milo em “A Máscara”, Quark em “Querida, encolhi os miúdos”, e até em séries de televisão como “Frasier” o cão Eddie.

Origem e história da raça

Oriundo de Inglaterra, o Jack Russell Terrier começou a ser uma raça desenvolvida no início do século XIX pelo reverendo John Russel. O objectivo do reverendo era conseguir obter com alguns cruzamentos uma raça imbatível na caça à raposa.

À medida que os anos foram passando ele apostava numa raça mais elegante e com menor agressividade perante uma presa. O seu objectivo continuava a ser um cão que caçasse raposas, mas que apenas as perseguisse e não as matasse.

O nome da raça surge de um diminutivo do próprio criador muitos anos mais tarde. Era necessário nessa altura distinguir o Jack Russell Terrier, cão de trabalho, dos Fox Terriers seleccionados para exposições caninas.

Dessa mesma linha de cães criados por John Russel formaram-se mais tarde duas raças: o Jack Russell e o Parson Russell. O Jack era mais longo que alto, com uma estrutura bem proporcionada, e o Parson mais quadrado e mais alto.

Na maioria do mundo o Jack Russell hoje em dia é apenas um cão de companhia que mantém o espírito de caçador, algo que não é bem aceite em Inglaterra onde pretendem continuar a manter a principal característica destes cães bem presente.

Veja mais raças de cães aqui.

Faz Parte da Nossa Comunidade 🙂
0

Sobre o Autor

ODonoCuida

Deixe-nos um Comentário

Clique aqui para deixar um comentário