Início > Raças do Mês > Raças de Cães > Podengo Português – Tudo o que um dono precisa saber
Raças de Cães

Podengo Português – Tudo o que um dono precisa saber

O Podengo Português é uma das raças de cães mais completas à face da terra. As suas características primitivas tornam este podengo num maravilhoso cão de trabalho, mas também de companhia. Esta raça divide-se em três subcategorias, os de porte pequeno, médio e grande, e estes podem ser de pêlo liso ou cerdoso. Aqueles que têm o prazer de tê-lo como companheiro ficam apaixonados e fidelizados a esta raça.

Perfil básico desta raça:

  • Origem: Portugal
  • Grupo: Cães de tipo Spitz e de tipo Primitivo – Cães de caça, guarda e companhia.
  • Porte: Pequeno, Médio e Grande
  • Altura: De 20-30 cm; 39-54 cm; 55-70 cm.
  • Peso: 4-6 kg; 16-20 kg; 20-30 kg
  • Temperamento: Activo, alegre, corajoso, inteligente, óptimo cão de companhia e um caçador nato.
  • Treino e Aprendizagem: Fácil aprendizagem para a maioria dos donos.
  • Obediência: Médio
  • Grau de energia: Elevado
  • Treino diário: Cerca de 1 hora / 1h30m.
  • Saúde: Cão saudável e resistente
  • Esperança média de vida: 12 a 16 anos
  • Ambiente ideal: Apartamento ou casa com quintal

Características Físicas

Este podengo, seja de que porte for, é um cão bem proporcionado, com óptimo esqueleto e boa musculatura. A sua cabeça apresenta um formato de pirâmide quadrangular, com orelhas pontiagudas, de forma triangular, mais altas do que largas.  Por normas as suas orelhas apresentam-se direitas, verticais e quando estão atentos estas surgem ligeiramente inclinadas para a frente.

Quanto à musculatura do seu corpo é seca e forte. Sem duvida que os exemplares desta raça são extremamente bem constituídos, com músculos secos e de estatura muito proporcional. Toda a sua composição física permite a estes cães serem ágeis e resistentes, acabando por não sofrer da maioria dos problemas que outras raças têm a nível muscular e de esqueleto.

Pelagem e cor:

Como referimos anteriormente, esta raça apresentam-se dividida em três sub-categorias relativas ao seu tamanho, mas também ao comprimento e grossura da sua pelagem, acabando por definir 6 tipos de podengos portugueses.

Existem duas variedades de pelagem: curta e lisa ou longa e cerdosa. Ambas são de espessura média e não possuem como a maioria das raças a camada de sub-pêlo. Os exemplares de pêlo curto têm uma pelagem mais densa que os de pelagem comprida.

As cores admitidas são o amarelo, fulvo com variações, unicolores, ou malhados de branco ou brancos malhados. Ainda são admitidos exemplares de pelagem preta, castanha e malhados nestas tonalidades com branco.

A pele é fina e tensa, apresentando-se em tons escuros, sempre mais escura do que a sua pelagem.

Variações da raça

podengo português
www.pets4homes.co.uk
podengo português
www.pets4homes.co.uk

Podengo Português Pequeno

Estes pequenos podengos facilmente adaptam-se à vida na cidade e de um apartamento. Por norma são cães alegres e amigáveis, mas não pense que é um cão de bolso que mal dará por ele. Eles são destemidos e energéticos, considerados óptimos cães de guarda (alerta) e companhia. São extremamente apegados aos seus donos, socializam muito bem com todos os membros da sua família, sejam estes crianças, adultos ou idosos.

As suas características fizeram dos podengos portugueses pequenos óptimos caçadores de ratos e coelhos. Eles são capazes de perseguir as suas presas durante longos quilómetros, entrando facilmente em tocas e esgueirando-se dos vários obstáculos que podem encontrar pelo caminho. Para aqueles que têm este animal como apenas companhia devem-se lembrar que as suas características de caçador devem ser aproveitadas para outras actividades, como é o caso das provas de Agility ou outras actividades. Desta forma o animal não se sentirá frustrado no seu dia a dia.

Geneticamente ele é um cão de matilha, por isso ao incentivar a socialização desde cedo esta raça não terá qualquer problema em conviver com outros cães. No que diz respeito a outros animais mais pequenos é preciso socializá-los com vigilância desde pequenos, para que estes não sejam vistos como caça.

Podengo português

Podengo Português Médio

O podengo deste porte serve de referência a toda a sua raça, pois o de porte pequeno e o de porte grande são uma extensão sua. O seu temperamento é marcado pela sua alegria, energia e inteligência. Adora brincadeiras e passeios longos com os seus donos, mas por norma não é um cão que está sempre a pedir atenção.

Esta raça adapta-se a climas extremos, sendo um caçador de coelhos por excelência capaz de trabalhar com temperaturas baixas ou durante uma tarde de sol ardente. O podengo português médio emite durante a caça latidos de aviso ao resto da matilha e ao caçador, o famoso “cantar” ou “maticar”. Quando este não é um cão de trabalho é natural que use os seus latidos perante uma situação invulgar.

Embora seja um cão de matilha convém ser socializado desde pequeno, pois por vezes pode-se tornar mais territorial e desconfiado com outros cães. No entanto ele aprende muito rápido e facilmente irá aprender a socializar correctamente. Como todos os outros tamanhos desta raça, o convívio com animais pequenos deve ser feito desde tenra idade e sempre vigiado.

Lembre-se que este cão tem muita energia. Ele precisa de donos que compreendam as suas necessidades e que dediquem algum tempo para gastar a sua energia acumulada em passeios longos e várias actividades.

Podengo português

Podengo Português Grande

O maior dos podengos portugueses, por mais estranho que pareça, é uma das raças mais invulgares de ver nos dias de hoje. Quem tem este podengo de porte grande sabe que tem na sua companhia um amigo alegre, ágil, resistente, que adora a vida ao ar livre.

Eles são tão destemidos que enfrentam um javali sem medos, por isso a sua fama de caçadores de javalis correu o mundo no passado. Esta raça tem uma excelente audição e um faro muito apurado, por isso onde quer que este vivam eles vão ser óptimos cães de guarda e alerta.

Mas o podengo português grande é muito mais que um cão de caça e guarda. Ele incrivelmente fiel aos seus donos, muito dócil e adora estar envolvido nas actividades da família. Este animal precisa de bastante exercício físico e actividades que estimulem a sua inteligência, só desta forma vive equilibrado e feliz.

Infelizmente dentro das raças portuguesas reconhecidas pelo CPC, este podengo é a raça que apresenta o menor número de registos, estando em risco de extinção. Nesta altura é fundamental que os criadores não deixem desaparecer esta brilhante raça portuguesa, e felicitar todos aqueles que se têm esforçado para preservar estes cães tão completos.

podengo português

Comportamento característico da raça Podengo Português

O Podengo português é sem dúvida alguma uma raça com um óptimo temperamento genético. Aqueles que percebem as suas características vão ter um companheiro que marcará a vida dos seus donos para sempre. Estes podengos devido à sua genética são normalmente associados à caça, mas são óptimos cães de companhia, divertidos, inteligentes, corajosos e que facilmente se adaptam a crianças e outros cães.

Pode esperar muita energia e boa disposição

Esta é uma raça com bastante energia, por isso não espere que o seu cão fique sossegado grande parte do dia. Estes podengos, sejam eles de porte pequeno, médio ou grande, adoram correr, brincar, fazer exercícios para treinar as suas aptidões. Eles são o tipo de cães que alegram facilmente toda a família, mas é necessário gastar a energia destes com bons passeios diários e muitas brincadeiras. Conforme o porte do podengo vai aumentando, o nível de energia também.

Nunca se esqueça que qualquer podengo português é um cão de caça, tendo nos seus genes a capacidade de perseguir animais durante horas seguidas. Aproveite as suas características para gastar a sua energia, seja para esconder objectivos e brincar de “busca”, para perseguir brinquedos, etc. Actualmente alguns podengos participam com bastante sucesso nas provas de agility, uma actividade que acaba por compensar alguma frustração deste tipo de animais que vivem na cidade. Assim que as suas energias estejam gastas eles são adoráveis cães de companhia.

Não lidam bem com a solidão

Aqueles que ponderam ter um podengo português devem pensar se pretendem um animal que necessita de estar completamente integrado nas actividades da família. Esta raça sofre muito com a solidão e afeiçoa-se rapidamente aos seus donos. Se o animal irá passar algumas horas sozinho em casa é aconselhável arranjar-lhe companhia para este conseguir lidar melhor com a sua ausência. Quando estes são bem socializados são óptimos cães para levar a qualquer lugar de trela.

O perigo dos sentidos apurados

Ter um elemento desta raça é ter um cão com uma visão, audição e olfacto extremamente desenvolvidos. Na realidade estas características são uma óptima qualidade, mas todo o cuidado é pouco quando pretende soltar o seu podengo português. Esta raça não deve ser solta sem ser num local devidamente vedado. Devido ao seu olfacto apuradíssimo eles podem perseguir um cheiro durante vários quilómetros, acabando por se perderem dos seus donos. Quanto à audição eles conseguem ouvir sons a uma longa distância o que acaba por dificultar a sua capacidade de foco. Aproveite as qualidades dos sentidos do seu cão para treiná-lo desde pequeno aos seus comandos, com adestramento positivo.

Socialização com outros animais

Por norma esta raça dá-se muito bem com outros cães, pois geneticamente são cães de matilha. Contudo é preciso perceber que a socialização com outros cães é essencial desde cachorros. Quando habituamos um cão a socializar desde pequeno a sua capacidade de aceitação de outros animais é muito mais fácil. Normalmente eles acabam por aceitar facilmente outros cães e gatos, mas cada cão é único. Quem tem um podengo precisa ter especial atenção a animais pequenos que podem facilmente virar uma presa aos seus olhos. Para ter conhecimento, o podengo português pequeno é um excelente caçador de ratos e coelhos, o de porte médio de coelhos e o grande de javalis. Tenha sempre isso em conta antes de adquirir um animal desta raça.

Afectuoso e companheiro para todos os membros da família

Embora tenha sido a última característica da raça a ser desenvolvida, a de animal de companhia, eles são extremamente afectuosos, companheiros e leais a todos os membros da família. A aceitação de novos membros da família, bebés, normalmente é bastante tranquila. Cuidado para não deixar o seu cão ser demasiado protector, pois isso poderá trazer problemas no futuro. Ensine os seus filhos desde cedo a respeitar o espaço do seu cão para manter a harmonia no seu lar. É muito importante manter o seu cão equilibrado para retirar partido do melhor que ele tem para oferecer a toda a família.

Um óptimo cão de guarda, mas cuidado com o excesso de barulho

Quando dizemos que é um óptimo cão de guarda deve-se ao facto desta raça estar sempre alerta. Ninguém conseguirá chegar perto da sua casa sem que o seu podengo note, e quando ele notar prepare-se para o seu ladrar constante. Esta raça alerta os seus donos para tudo aquilo que é desconhecido, por isso esteja preparado. Por norma eles não são minimamente agressivos, no entanto são um pouco desconfiados no início. Na hora de apresentar um estranho para o seu cão procure deixá-lo calmo e cheirar a pessoa que pretende apresentar.

Um cão que gosta de aprender

O Podengo Português é um cão muito inteligente e com bastante interesse em aprender novas coisas. A sua aprendizagem normalmente é rápida e com alguma facilidade. Esta é uma boa raça para donos inexperientes, pois se forem ensinados num local onde não tenham outras distracções, auditivas e olfactivas, irão focar-se facilmente nos comandos pedidos pelos donos. Os donos que já têm alguma experiência com cães irão ficar encantados com esta raça, principalmente na hora dos treinos.

Resumindo em termos comportamentais esta raça não requer qualquer tipo de preocupação, desde que tenha tempo para gastar a sua energia, socializá-lo e treiná-lo correctamente. Provavelmente é um dos cães mais completos e equilibrados, apenas precisa de uma família que compreenda as suas necessidades.

podengo português

Cuidados específicos com esta raça

O podengo português é um cão que não requer cuidados específicos, a não ser todos os cuidados que qualquer cão precisa. Vacine o seu cão, desparasite-o interna e externamente, cuide da sua higiene oral, dê-lhe um banho quando ele precisar e escove o seu pêlo de 2 em 2 semanas. No caso dos que têm o pêlo cerdoso é apenas necessário alguma atenção para não se formarem nós na pelagem. Esta é uma das raças que precisa de menos cuidados específicos, pois é um animal muito saudável.

Uma das melhores raças de cães para quem tem alergias.

Se adora cães, mas tem alergia ao pêlo dos mesmos estes podengos podem ser uma óptima escolha. Eles não possuem a camada de sub-pêlo que a maioria dos cães têm. A maioria dos cães troca essa camada de pêlo duas vezes por ano, e durante esse período existe uma queda abundante de pêlo. Ao não terem essa camada de sub-pêlo estes cães não passam por essa mudança, ou seja eles não deixam cair quase pêlo. Isto acontece tanto nos podengos portugueses de pêlo liso como nos de pêlo cerdoso. Basta escová-los de 2 em 2 semanas e não vai ter pêlo pela casa. Esta característica é muito apelativa para as pessoas que sofrem de alergias.

Doenças mais comuns

Para além de terem uma fantástica esperança média de vida, o podengo português é considerado um cão com uma saúde de ferro. Sendo considerada uma raça com características primitivas, pois nunca foi submetida a grandes manipulações genéticas por parte dos humanos, não sofreu como outras raças com diversos problemas de saúde devido aos cruzamentos incansáveis, em busca de um resultado final que agradasse aos criadores. Por essas razões a raça está livre de qualquer deficiência genética ou doença hereditária.

Quando bem exercitados, alimentados e com os cuidados necessários que todos os cães devem ter vivem uma vida plena e saudável.

Origem e história da raça

A origem do podengo leva-no até aos seus antepassados do Egipto, o cão Faraó. Muitas das raças do mediterrâneo foram seleccionadas a partir destes cães devido à sua funcionalidade, criando todas as primeiras raças de cães. Este tipo de cães espalhou-se desde a Ásia Menor, zona originária dos Fenícios em 700 a.C., pelo norte de África e toda a bacia mediterrânica, supondo-se terem sido os Fenícios os introdutores da raça em Portugal e toda a região do Mediterrâneo. 

podengo português Com o número elevado de coelhos na Península Ibérica era necessário aperfeiçoar as técnicas de caça nos descendentes dos cães faraós. Estes rapidamente corresponderam às expectativas e a sua aceitação foi imediata. 

Mais tarde também os gregos e os romanos divulgaram raças com as mesmas origens e características na península, sendo ainda credível, que o mesmo tipo de cães tenha entrado a Sul de Portugal pela mão dos Árabes.

Em diversos cantos do mundo existem cães com a aparência do nosso podengo, embora muitos desses não pertençam a nenhuma raça definida. Assim que a raça foi registada os portugueses começaram a espalhar esta por todo o mundo, tendo mais destaque no Brasil, África Central e Índia. 

A história da raça

Acredita-se que o Podengo mantém a mesma aparência e características desde o primeiro milénio depois de cristo, segundo alguns textos de coronistas de época. Apelidados de “Cão Coelheiro” a sua primeira referência escrita aparece em 1199 no reinado de D. Sancho I. No entanto desde essa altura que estes podengos surgem em registos históricos, conhecidos também por pertencerem às matilhas reais e nobres.

Esta raça esteve presente nas primeiras exposições caninas realizadas em Portugal em 1902, tendo esta presença vindo a aumentar até aos nossos dias. No primeiro Livro de Origens Português, editado em 1956, aparecem registados 29 Podengos das várias variedades. Só em 1995 é que o estalão da raça foi aprovado em apenas três tamanhos e duas variedades de pêlo. Nessa altura o podengo pequeno apenas era aceite de pêlo liso, só em 1978 é que foi oficializada a existência do podengo pequeno de pêlo cerdoso. 

Faz Parte da Nossa Comunidade 🙂
0

Sobre o Autor

ODonoCuida

6 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário

  • Excelente artigo sobre o tão desvalorizado e desprezado podengo.
    Tenho uma pequena de pêlo cerdoso e é tudo o que foi descrito.

  • Tenho um Podengo igualzinho ao que está na vossa fotografia. Ele é tudo o que vem neste artigo e muito mais. Todos os adjetivos não chegariam para avaliar esse membro activo da família e a sua importância. Obrigado por este artigo e por dar a conhecer esta raça espectacular.

  • Muito bom o seu artigo ! Tenho um médio cerdoso, o “Baltazar Maria” e de facto ele é espertíssimo, muito educado, muito calmo, sociável com as pessoas e com os outros cães. Antes de o ter nem sabia que esta raça existia, gosto muito muito dele e digo até que ele é um “santo” .

  • Otima informacao, depois de 10 anos de vida de meu cao, venho a saver a raca a cual ele pertece , e por as fotografías .nao ha duvida es um valioso e belo podengo portugués pequeño de pelo cerdoso, con todas as características físicas e a nivel de comportamiento, tinha muitas duvidas a cerca de siertos comportamientos, pois sempre pensé que era único, nunca tinha visto um egual a meu cao…..ágora posso dar a conhecer a o veterinario que meu cao kikey al final tem raca , sendo asim ja posso orgullasemente escribir em su passaporte e livro de vacinas que es um lindo podengo portugués, pois me lo tinhan referenciado como rafero, jijiji, vivo no sul de Portugal e nunca vi esta raca, e agora parece que meu cao esta en todas as fotos referentes a os artigos de esta raca. Muito obrigado fico muito feliz!!!!!! Perdao por a ortografía portuguesa, pois Sou extranjeira