Início > Saúde Animal > Saúde Do Gato > Quantos anos vive um gato? Tudo o que precisa saber
Saúde Do Gato

Quantos anos vive um gato? Tudo o que precisa saber

quantos anos vive um gato

Quantos anos vive um gato? Esta é uma das perguntas mais frequentes pelas pessoas que têm um gato pela primeira vez. Como podemos imaginar a esperança média de vida dos gatos depende de diversos factores, como a saúde, cuidados, alimentação e qualidade de vida. Desta forma podemos afirmar que a esperança média de vida de um gato de rua é cerca de metade quando comparada à de um gato doméstico.

Mas quantos anos vive um gato doméstico? Embora existam muitas excepções, a esperança média de vida de um gato doméstico é de 12 a 18 anos. No entanto existem diversos factores que vão influenciar a sua longevidade. O Dono Cuida apresenta-lhe os mais significativos para aumentar o tempo de vida do seu gato.

Que cuidados deve ter para o seu gato ter uma melhor qualidade de vida

A qualidade de vida do seu gato vai influenciar a sua longevidade. Claro que existem problemas de saúde fatais que o melhor dono não pode antecipar. De qualquer forma a prevenção sempre será a melhor forma para aumentar a longevidade, seja esta dos humanos ou dos animais.

– Castrar ou esterilizar quando estes ainda são jovens é a melhor opção.

Para além de evitar doenças sexualmente transmissíveis, como a FIV, que pode agravar a saúde do seu gato devido à falta de imunidade. No caso das fêmeas, a esterilização diminui drasticamente a possibilidade de desenvolverem cancro da mama.

– Um gato doméstico deve viver dentro de casa para aumentar a sua esperança média de vida.

Quando temos um gato o acesso à rua deve estar limitado, pois só assim este não estará exposto a diversos tipos de doenças, lutas e comidas tóxicas ou envenenadas. Se o seu gato não sair da sua casa e se tiver todos os cuidados necessários e muito amor provavelmente irá viver mais. Para além disso se estiver castrado ou esterilizada não terá interesse sexual por outros gatos, o que acaba por desacelerar o envelhecimento do animal.

– Vacinas e desparasitação em dia.

É importante começar a tratar do plano de vacinação e desparasitação assim que tem o seu gatinho. Um gato protegido, segundo diversos estudos, vive mais anos que um gato que não cumpre o plano de vacinação e desparasitação.

– Idas regulares ao veterinário.

Esta é única forma de um dono conseguir antecipar qualquer problema de saúde do seu gato. Os nossos felinos domésticos raramente se queixam, por isso a prevenção é muito importante. Ir ao veterinário apenas quando o nosso gato já está extremamente prostrado pode ser tarde de mais.

– Tente poupar para conseguir fazer análises anuais ao seu gato.

Com raça ou sem, muitos dos gatos têm tendência a ter alguns problemas de saúde genéticos. Doenças renais, cardíacas, cancro, etc., podem ser detectadas em exames numa fase ainda inicial. Ao conseguir detectar este tipo de doenças no início a probabilidade de salvar o seu animal é enorme.

– Alimentação equilibrada consoante a idade do seu gato.

A necessidade calórica com o aumento da idade diminui 30%, por isso é necessário adaptar o tipo de alimentação ao longo da sua vida. Lembre-se as necessidades de um gato bebé são diferentes das de um gato adulto, e as de um adulto diferentes de um gato idoso.

– Cuidados redobrados à medida que o seu gato vai envelhecendo.

Um gato sénior ou idoso requer alguns cuidados pois existem diversas alterações que um dono deve estar atento. Nesta fase a imunidade vai diminuir, ele vai perder massa muscular e óssea, e pode sofrer de artrite. Para além disso deve ter atenção à acumulação de tártaro nos dentes e ter maiores cuidados de higiene. Os machos podem vir a sofrer de incontinência urinária e as fêmeas fibrose mamária. Outro tipo de problemas que aparece com o avançar da idade é a disfunção cognitiva, alterações no sistema nervoso (perda de olfato, visão, audição e paladar) e problemas com o sono. Nesta fase as idas ao veterinário devem ser muito regulares, pelo menos 3 a 4 vezes por ano em caso de algum tipo de doença.

quantos anos vive um gato

A idade dos gatos comparada com a idade dos humanos

Para nós seres humanos é complicado entender a idade dos nossos animais. Talvez por isso tentamos sempre comparar a sua idade à nossa. Vários estudos têm sido realizados nos últimos anos para esta conversão ser mais próxima à realidade. Quando a esperança média de vida de um gato é de 12 a 18 anos, significa que na idade humana o nosso animal pode viver entre 64 a 88 anos. Embora para nós possa parecer pouco tempo, temos que compreender que é o tempo de vida de muitos humanos.

Para saber qual é a idade do seu gato consulte a nossa tabela neste link.

Os gatos mais velhos do mundo – Casos que a esperança média de vida não se aplica

A cada ano que passa registam-se mais casos de gatos que vivem mais de 30 anos. A sensibilização para os cuidados necessários a ter com um gato estão a aumentar a sua longevidade. É cada vez mais comum, segundo vários veterinários, terem pacientes felinos com mais de 25 anos.

Creme Puff, o gato que tem o recorde do Mundo do Guinness

Creme Puff é gato que detem o recorde de “O gato mais velho do mundo” no Guinness World Records. Creme Puff nasceu no dia 3 de Agosto de 1967 e viveu até ao dia 6 de Agosto de 2005. Sem dúvida que 38 anos e 3 dias são uma fonte de inspiração para qualquer dono. Ele viveu uma longa vida feliz ao lado da sua dona, Jake Perry, em Austin, Texas, nos E.U.A. Outros adoráveis gatos foram divulgados que teriam a mesma idade que Creme Puff, mas até a data nenhum conseguiu entrar no Guinness World Records.

Para além deste caso concreto existem vários gatos que atingiram os 30 anos de idade, podendo no futuro a esperança média de vida aumentar significativamente com estes novos dados. Por isso quantos anos vive um gato é uma pergunta que não tem uma resposta concreta. Pense que o mais importante é o seu gato ter uma vida feliz e com qualidade de vida enquanto for possível. Isso sim é o que realmente importa.

Saiba mais sobre a saúde dos gatos aqui,

 

Faz Parte da Nossa Comunidade 🙂
0

Sobre o Autor

ODonoCuida

Deixe-nos um Comentário

Clique aqui para deixar um comentário