Início > Saúde Animal > Saúde Do Cão > Como Matar Pulgas – Acabar e Evitar Infestações
Saúde Do Cão Saúde Do Gato

Como Matar Pulgas – Acabar e Evitar Infestações

como matar pulgas

Pulgas, os pequenos insectos que criam dores de cabeça gigantes aos donos de cães e gatos. Uma infestação de pulgas em casa pode levar-nos ao desespero se não soubermos como eliminá-las.

Se quer saber como pode matar pulgas tem primeiro de compreender a forma como estes parasitas sobrevivem, se comportam e se reproduzem. Só assim será capaz de acabar com uma praga destas em sua casa.

De modo a poder acabar com este problema, preveni-lo no futuro e manter a sua casa segura de infestações, aconselhamos que leia este artigo inteiro. Nele irá encontrar tudo aquilo que precisa de saber para eliminar pulgas.

Conteúdo do artigo

O que são?

As pulgas são pequenos insectos parasitas sem asas que se alimentam do sangue dos cães, gatos e outros animais como coelhos, ratos, esquilos, etc. São conhecidas por conseguirem saltar aproximadamente 150 vezes a sua própria altura e por criarem comichões terríveis nos seus hospedeiros. Estas comichões são causadas pela sua picada para se alimentarem, e podem ingerir até 15 vezes o seu próprio peso, numa média de 10 picadas por dia.

Com preferência por ambientes quentes e húmidos, são animais extremamente resistentes que podem viver até um ano. Durante a sua vida, uma pulga fêmea pode depositar 2.000 ovos. Essa é uma das razões porque as infestações destes parasitas crescem e se propagam tão rapidamente.

As 4 fases de desenvolvimento

  1. Ovos: Quando depositados, estes demoram entre 2 a 5 dias para eclodir.
  2. Larva: Da eclosão dos ovos sai a larva de pulga, que fica 2 semanas em desenvolvimento.
  3. Pupa no Casulo: Quando a larva está desenvolvida forma um casulo de onde sairá a pulga adulta.
  4. Adulta: De todas as fases é a única onde o animal é um parasita e precisa de um hospedeiro para sobreviver.

Em todas as outras fases, as formas imaturas da pulga procuram locais seguros para se desenvolverem. Em condições favoráveis, o seu ciclo biológico pode durar cerca de 3 semanas. Caso contrário, o seu ciclo de vida pode chegar a um ano, devido à grande resistência dos casulos.

infestação de pulgas

Como é que os animais as apanham?

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, a principal causa de transmissão não é o contacto com outros animais já afectados. O principal factor de infestação de pulgas nos animais são os locais de eclosão, ou seja, os locais onde os ovos são disseminados. Ainda que haja a possibilidade de uma pulga passar de um hospedeiro para outro através de contacto directo, não é muito comum que isso aconteça, porque estas já se instalaram num local onde têm comida e abrigo.

Assim, quando existe uma infestação de pulgas, os ovos são a maior preocupação. Após o acasalamento as pulgas fêmeas depositam-nos no pêlo do hospedeiro e estes caem para o chão. Para os donos este factor pode ser preocupante, porque significa que os ovos de pulga podem estar espalhados por todos os locais da casa a que o animal tenha acesso. No entanto, a maior parte deles encontram-se nos locais onde os animais costumam descansar.

Após a eclosão destes ovos, as formas imaturas do parasita optam por locais propícios ao seu desenvolvimento. Devido à  humidade e temperatura, tapetes, frinchas no soalho, frestas nas paredes ou nos rodapés entre outras, são algumas dessas zonas.

Quando atingem a fase da pupa, que podem ser definidas como pulgas jovens, estas ficam em estado dormente no casulo. Fazem uso dos seus sentidos para detectarem um potencial hospedeiro.

Estas pulgas jovens abandonam esse estado de dormência quando sentem certos estímulos (como a vibração produzida pelos passos) e saltam para cima do hospedeiro, onde dão inicio a um novo ciclo de vida de centenas ou milhares de pulgas.

Porque é que são tão difíceis de eliminar?

No que diz respeito à capacidade de sobrevivência e reprodução das pulgas, ao facto de se multiplicarem com enorme rapidez e de poderem espalhar os seus ovos minúsculos por qualquer zona da casa, é fácil compreendermos o porquê de ser tão complicado lidar com uma infestação, principalmente se não soubermos as formas adequadas para o fazer.

Em situações destas, grande parte das pessoas acaba por focar-se apenas no animal afectado, desconhecendo a própria infestação do meio ambiente. Mesmo quando se apercebem, é preciso compreender que a infestação pode já se ter espalhado.

Como matar as pulgas em sua casa e controlar a infestação?

O erro mais frequente quando os donos procuram eliminar as pulgas, é focarem-se apenas na desparasitação do seu cão ou gato. No entanto, a imagem abaixo demonstra bem a forma como estes parasitas se distribuem pelo meio ambiente.

Facilmente podemos compreender que para acabar com estes parasitas devemos eliminá-las do nosso animal, mas tão ou mais importante é eliminá-las do ambiente. Para isso devemos focar-nos também nos casulos, nas larvas e nos ovos de pulga.

Passo-a-Passo:

  1. Utilize Frontline ComboHá uns anos atrás a nossa primeira sugestão seria aspirar e lavar bem a casa. Mas se nos perguntar o porquê de sugerirmos este produto, a razão é simples. Até à data é o único desparasitante no mercado que elimina as pulgas adultas, mas também as larvas e os ovos. Ou seja, actua também no ambiente e elimina o problema pela raíz.
  2. Utilize Outro Desparasitante: Se já for utilizador de outro produto e não quiser mudar, então utilize esse desparasitante para proteger o seu cão de imediato.
    ATENÇÃO: Não misture produtos! Se não quiser seguir a nossa 1ª sugestão, utilize apenas o seu habitual, não misture dois desparasitantes!
  3. Limpe a Casa: Caso opte por outros produtos que actuem apenas no animal, é importante limpar bem a casa. Aspire-a por completo, com especial atenção para os locais onde o seu animal costuma estar. Não se esqueça das frinchas no soalho, debaixo dos móveis, tapetes e carpetes. Tudo quanto possível, de modo a eliminar os ovos, larvas e casulos.
    Lave bem as roupas, as mantas e camas do seu animal, os seus lençóis e fronhas de almofada a temperaturas altas (estudos indicam que as pulgas morrem com temperaturas acima dos 35ºC).
  4. Limpe Mais VezesÉ normal que uma vez não baste para eliminar uma infestação, por isso volte a limpar a casa frequentemente, até notar que já não existem mais vestígios deste parasita.
  5. Casos Extremos: Se mesmo após frequentes lavagens da casa o problema se mantiver, poderá ter de recorrer a serviços de desinfestação.

Outra Informação a Reter:

  • Ao contrário do que pode ser dito, não há uma norma específica para a aplicação do produto ser antes ou depois da limpeza da casa. É preciso ter a noção de que não vai eliminar este problema nem à primeira limpeza nem à segunda. Pode mesmo levar várias semanas até conseguir erradicá-lo por completo. Desse modo, se quiser começar a aliviar o seu animal antes de limpar a casa, pode aplicar logo o produto.
  • Mesmo se seguir a nossa sugestão e optar pelo Frontline Combo, aconselhamos que limpe a casa na mesma para acabar com as pulgas mais rapidamente.

Evitar uma nova infestação

A melhor forma de evitar uma nova infestação é manter o seu animal desparasitado. Existem excelentes produtos no mercado para esse efeito.

Procure evitar a humidade. Mantenha o ambiente limpo e arejado. Se a sua casa for bastante húmida, pode utilizar um ou dois desumidificadores.

Riscos para a saúde do seu animal

Ainda que pareçam apenas pequenos parasitas que só causam mal-estar, podem ser responsáveis por várias doenças nos animais.

Lesões Dermatológicas

As picadas da pulga causam lesões inflamatórias na pele. Estas lesões causam uma intensa comichão que levam a coceiras compulsivas e desconforto. Se não for tratado, a médio prazo o animal vai ficar degradado de forma geral.

DAPP (Dermatite Alérgica à Picada da Pulga)como matar pulgas em casa

Quando dá uma picada, a pulga liberta saliva para ajudar a sugar o sangue. Em alguns animais essa saliva provoca uma reacção alérgica que provoca irritação, onde o animal se coça mais intensamente ainda. Como consequência, os animais desenvolvem dermatites que podem agravar-se para lesões mais complicadas.

 

Transmissão de Parasitas e Doenças

Apesar serem elas mesmas animais parasitas, podem transmitir outros parasitas, como por exemplo ténias intestinais (Dipylidium Caninum) e um microorganismo causador de anemia felina (Mycoplasma Haemofelis).

Anemia

Se o animal for o hospedeiro de um grande nº de pulgas pode ficar anémico devido à quantidade de sangue perdido.

Factos e Curiosidades
  • Apesar de nos picarem, as não é costume as pulgas ficarem nos humanos. Por norma o corpo humano não reúne as condições de sobrevivência que agradam as pulgas, como por exemplo, a quantidade de pêlo.
  • A pulga fêmea pode consumir diariamente, até 15 vezes o seu próprio peso em sangue.
  • Quando uma pulga salta, tem uma aceleração 20x mais rápida que um vaivém espacial.
  • Em proporções humanas, o salto de uma pulga equivale ao mesmo que saltarmos um edifício de 30 andares.
  • As pulgas existem na terra à pelo menos 165 milhões de anos. Na altura do Jurássico eram gigantes comparadas com as actuais, e os hospedeiros eram os dinossauros.
  • Existem mais de 2 mil espécies de pulgas.

Leia outros artigos sobre saúde animal

 

Faz Parte da Nossa Comunidade 🙂
0

Sobre o Autor

Profile photo of ODonoCuida

ODonoCuida

3 Comentários

Clique aqui para deixar um comentário

Or

Saltar para a barra de ferramentas